ESG

A iHUB investe em iniciativas estruturadas para a Inclusão da abordagem de sustentabilidade em sua gestão, bem como em seus produtos, serviços e relacionamentos.

O que é ESG?

ESG vem do inglês Environmental, Social & Governance que, traduzido, significa Ambiental, Social e Governança.

É utilizado por empresas que abrangem questões de ética, responsabilidade e sustentabilidade de uma empresa com a sociedade, atreladas em sua missão, operação e a transformação do mundo em um lugar melhor, respeitando normas ambientais e administrativas.

Utilizado no mercado de capitais e por investidores, o ESG vem para avaliar o comportamento corporativo e determinar o desempenho financeiro futuro das empresas.

O componente ambiental requer a pesquisa de uma variedade de elementos que ilustram o impacto de uma empresa na Terra, de maneiras positivas e negativas. Uma empresa que é ativamente boa administradora do meio ambiente e comprometida com a sustentabilidade;

O componente social consiste em elementos relacionados às pessoas, como cultura da empresa e questões que afetam funcionários, clientes, consumidores e fornecedores – tanto dentro da empresa quanto na sociedade em geral;

O componente de governança corporativa está relacionado ao conselho de administração e à supervisão da empresa, bem como à atitude amigável ao acionista versus a atitude centrada na gestão. Como o negócio é administrado e se os incentivos corporativos se alinham ao sucesso do negócio;

São inúmeras as vantagens de contar com uma

instituição que adota os princípios do

Environmental, Social & Governance.

A iHUB identificou três objetivos ou motivações comuns do investidor ao considerar uma estratégia ESG: Integração, Valores e Impacto.

Integração

Valores

Impacto

As referências citadas, dentro de um critério de avaliação, geram um impacto positivo nas 3 esferas ESG, demonstrando responsabilidade na gestão, maximizando os retornos e minimizando os riscos.

“O investimento ESG é a consideração de
fatores ambientais, sociais e de governança
junto com fatores financeiros no processo
de tomada de decisão de investimento.”

ESG está crescendo em importância entre investidores institucionais e de varejo. A prática de investimento ESG começou na década de 1960 como um investimento socialmente responsável, com os investidores excluindo ações ou indústrias inteiras de suas carteiras com base em atividades comerciais como a produção de tabaco ou envolvimento no regime de apartheid sul-africano.

Hoje, as considerações éticas e o alinhamento com os valores continuam sendo motivações comuns de muitos investidores ESG, mas o campo está crescendo e evoluindo rapidamente, à medida que muitos investidores procuram incorporar fatores ESG ao processo de investimento junto com a análise financeira tradicional.

Fatores ESG

Estrutura da Diretoria
Auditoria
Ética nos negócios
Corrupção
Solidez Financeira
Controle Acionário
Independência do Conselho
Diversidade do Conselho
Direito dos Acionistas

Gestão de recursos
Redução de emissões
Acidentes Ambientais
Mitigação de risco

Saúde e Segurança
Direitos Humanos
Segurança do Produto
Nutrição
Relações Comunitárias

Maximizar retornos e minimizar riscos, ajudando a construir um mundo melhor no processo – esse é o valor agregado do ESG. Se o investidor tem interesse em evitar riscos que podem prejudicar o valor dos ativos e o desempenho de longo prazo de suas carteiras, é essencial que considere os quesitos ESG na construção de um portfólio balanceado.

 

Dessa forma, o investidor não só evita empresas com potencial de terem multas ambientais, trabalhistas e relacionadas à corrupção, gerando valor ao longo do tempo, como também acelera a transformação do mundo em um lugar melhor, por financiar empresas empenhadas em preservar o meio ambiente, a diversidade e a ética.

Cliente iHUB tem acesso exclusivo a todos os conteúdos e informações sobre os principais investimentos do mercado.

Fale conosco

Quer investir com inteligência? Fale com a gente, tire suas dúvidas, ou venha para tomar um café!